“As portas estão abertas para Messi voltar”

0
4
Xavi Hernández, treinador do Barcelona, falou em coletiva de imprensa para analisar o ‘El Clásico’ desse domingo contra o Real Madrid. Um dos nomes comentados foi o de Lionel Messi.

Xavi Hernández apareceu em coletiva de imprensa este sábado para analisar a prévia do ‘El Clásico’, um jogo decisivo antes da Data FIFA que poderá decidir o fim da temporada para uns e para outros.

“É um dia espetacular para jogar um grande jogo, estamos capturando essa ideia de jogo que entendemos muito bem. Crescemos como equipe desde novembro, mas isso não significa nada. Não indica como você chega, você tem que mostrar personalidade e tentar capturar nosso modelo de jogo”, disse o técnico do Barcelona.

Xavi garantiu que “o Real Madrid está muito bem, num grande momento. Eles estão num bom momento de forma, são os favoritos. Vamos com muito entusiasmo e com vontade de se sair bem. Temos de jogar melhor do que eles e ter a bola mais do que eles”.

“O Real Madrid é um camaleão, você não sabe se eles vão te pressionar na frente ou te recuar para trás. Eles jogaram uma tremenda última meia hora contra o PSG. Não sabemos que jogo nos espera, então tentaremos fazer o nosso. Talvez a partir dos 35 minutos espero um jogo parecido com o da Supercopa. Mas talvez jogando no estádio eles queiram nos pressionar ao longo da partida. Temos que estar preparados e ter alternativas preparadas”, ressaltou Xavi.

O Barcelona tentará reverter a má fase contra o Real Madrid: “Não sei se havia complexo de inferioridade, eu não estava lá. Vamos tentar mudar essa dinâmica, a história está aí para ser mudada. Vejo tudo como um oportunidade. A Liga Europa, a LaLiga… Estes quatro meses não foram fáceis. Sinceramente, estamos no caminho certo e o resultado de domingo não vai mudar nada. Claro que uma vitória nos fortaleceria“.

Se Benzema não é o melhor, é um dos melhores. Está fazendo uma grande temporada, é o melhor do mundo há 2-3 anos. A sua ausência não muda nada, imagino que mude mais para eles do que para nós, é uma baixa sensível“, analisou sobre a ausência do atacante francês.

Xavi tem de fazer alguns trabalhos preliminares para todos aqueles que não sabem o que significa o ‘El Clásico’: “Primeiro vou tentar transmitir a nossa ideia de jogo, de ser corajoso, ter personalidade, com respeito mas sem medo um Real que está muito em forma. Tentar mostrar a nossa personalidade e impor a nossa ideia. A partir daí, tranquilidade, haverá momentos de tudo. Pela minha experiência como jogador de futebol, tenho de transmitir calma, são três pontos e nada mais . Não é uma final“.

Nomes de peso

Xavi falou sobre vários nomes importantes. Um deles foi o de Busquets, que desta vez não foi convocado pela Seleção Espanhola: “Claro, estou grato por ele não ir. Tudo o que ele deu ao Barça e à Seleção Nacional é tremendo. Mesmo assim, ele tem sido criticado. Imagina só o que vai sofrer os que virão depois dele.Para mim é essencial e sou grato. Luis fez muito bem”.

Piqué tem pequenos desconfortos que, com o passar dos minutos, o atrasam, machucam. No domingo ele estará disponível para jogar e competir”, disse o técnico do Barcelona.

“Para mim é um orgulho representar o melhor clube do mundo. Estamos em um bom momento de forma e para mim é uma oportunidade, acreditamos no nosso modelo. É mais um teste para mostrar que podemos competir e vencer outro grande time. Em qualquer campo me sinto orgulhoso”, disse Xavi em coletiva.

Xavi deixa claro que a partida será diferente da vista na Arábia Saudita. “Naquele jogo fomos muito bem, mas agora estamos mais sólidos na defesa. Recuperamos a pressão muitas vezes depois de perder, muito bem atacando espaços, entendemos melhor o jogo de posição. Se não vencermos, você dirá me disse que havia jogadores melhores. Temos mais um teste para mostrar que há melhora”, afirmou o técnico azulgrana.

Xavi sabe o que é jogar um ‘El Clásico’ e o que significa fazê-lo. Por isso ele utilizou a memória para dizer qual é a sua melhor lembrança: “Felizmente tenho boas lembranças, grandes vitórias e sensações. Fomos muito bem, jogamos um futebol muito bom. Você pode jogar bem e perder, mas fomos muitas vezes superior, a gente ganhou e às vezes goleou. Voltar a viver vai ser complicado, diz a história. É difícil voltar a isso”.

“O que é um grande time para você? Vencemos o Villarreal, um time da Liga dos Campeões. O Nápoles também não? Não sei, me diz aí. O Atlético sim, pelo menos. É o caminho. Depois do duelo contra o Bayern vimos outro time. Perdemos para o Betis e competimos. Mesmo perdendo em Bilbao, tivemos chances na Copa. No momento, temos competitividade”, afirmou.

Acho que Messi é o melhor da história e da história do clube. As portas estarão abertas e, enquanto eu for treinador, ele pode querer vir todos os dias. Como clube, devemos a ele uma grande homenagem. Ele tem contrato com o PSG e pouco posso dizer mais. Ele pode querer vir todos os dias para assistir aos treinos ou conversar com o treinador. É assim que tem que ser pelo que ele nos deu, não tem preço”, afirmou claramente.

Sem Benzema, o perigo para o Real Madrid no ataque está em Vinicius: “Todas as opções estão na mesa. Todos estão indo muito bem. Todos os titulares e substitutos foram bons. Eu disse aos jogadores que havia sido injusto com alguns. A ideia é ser protagonista, dominar com a bola. Os protagonistas podem mudar, tenho uma proposta clara”.

Para mim é um jogo muito especial, é um jogo importante. Jogar no Bernabéu é sempre muito complicado, mas estamos prontos, motivados. Vamos sair e conquistar os três pontos, temos que mostrar personalidade”, Xavi afirmou na coletiva de imprensa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here